carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Etecs agrícolas são finalistas em concurso nacional de ideias sobre qualidade de vida



21/11/2014

Fonte: Centro Paula Souza

Em Cerqueira César, alunos transformam óleo em sabão e biodiesel (Divulgação)Os projetos das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) Prefeito José Esteves, de Cerqueira César, e Augusto Tortolero Araújo, de Paraguaçu Paulista, estão entre os 20 finalistas do concurso “Respostas para o Amanhã”, promovido pela empresa Samsung entre alunos e professores do ensino médio da rede pública do todo o País. As duas escolas foram as únicas selecionadas em todo o Estado de São Paulo.

No Brasil foram inscritos 364 projetos elaborados por mais de 8 mil estudantes sob a supervisão de mil professores. A ideia era desenvolver um trabalho criativo usando a matemática e a ciência, que envolvesse a comunidade e promovesse melhora na qualidade de vida das pessoas.

Na próxima etapa do concurso, as escolas terão de elaborar um vídeo com duração de três minutos sobre o próprio projeto. Para isso, cada uma das 20 finalistas recebeu um computador, uma câmera e um software de edição. As cinco melhores produções serão disponibilizadas no site da Samsung no dia 24 de novembro para votação pública, aberta até o dia 5 de dezembro.

O anúncio oficial do grande vencedor brasileiro, escolhido pelo júri popular e por uma comissão julgadora, acontece no dia 9 de dezembro. A escola vencedora receberá produtos da Samsung (50 tablets, uma TV de 60 polegadas e um notebook). O concurso “Respostas para o Amanhã” tem coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e da Rede Latino-americana de Organizações da Sociedade Civil pela Educação (Reduca).

Óleo de cozinha e games
Em Cerqueira Cesar, os alunos do 2º ano do curso técnico em Meio Ambiente integrado ao Ensino Médio e o professor José Augusto Rocha, da Etec Agrícola Prefeito José Esteves, desenvolveram o “Sustendiesel – SOS para o meio ambiente”. O óleo de cozinha usado pela comunidade é recolhido, transformado em biodiesel (que alimenta os tratores da escola e de pequenos agricultores locais) e em sabão (que retorna aos doadores do óleo de cozinha). “Tomei conhecimento do concurso, propus o desafio para os alunos e juntos definimos o tema, que é uma maneira de conscientizar a comunidade”, conta o professor Rocha.

Na Etec Augusto Tortolero Araújo, em Paraguaçu Paulista, o projeto concebido pelos alunos do 1º ano do Ensino Médio surgiu a partir de um questionamento feito pela professora Cibele Bender Raio dentro do trabalho de conscientização sobre meio ambiente que conduzia: “Por que vocês não criam um jogo relacionado a resíduos sólidos?”

Assim nasceu o projeto “Utilização de Games para Práticas de Educação Ambiental”. Desenvolvido pelos alunos em uma plataforma gratuita, o jogo é simples e envolve o controle de um urubu que, voando ao longo de diversas fases, precisa desviar de latas de lixo voadoras atrapalhando seu caminho. O game pode ser instalado em smartphones e computadores. A intenção do trabalho é chamar atenção dos estudantes para a separação correta do lixo.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo