carregando...

Notícias

Notícias

Estudantes da Fatec Jundiaí participam do Projeto Rondon no Maranhão



23/02/2015

Fonte: Centro Paula Souza

Alunos da Fatec Jundiaí e da Universidade Comunitária de Chapecó constroem fossa séptica em Arari, no Maranhão (Divulgação)Um grupo de oito alunos e dois professores da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Deputado Ary Fossen, de Jundiaí, retornou de Arari, cidade do Estado do Maranhão, localizada a cerca de 2.600 quilômetros de distância da unidade. Eles participaram da Operação Jenipapo, parte do Projeto Rondon, programa coordenado pelo Ministério da Defesa que promove atividades com estudantes voluntários em comunidades carentes no interior do País. É o terceiro ano consecutivo em que o Centro Paula Souza participa da ação. A Fatec Jundiaí foi pioneira, atuou com uma equipe em 2013 no município de Brejões, na Bahia.

Em 2014 foi a vez dos estudantes da Fatec Jahu, que desenvolveram um trabalho na cidade de Joaquim Gomes, em Alagoas. Neste ano, entre os dias 16 de janeiro e 3 de fevereiro, alunos de quatro cursos desenvolveram diversos projetos nas áreas de ambiente, saúde, empreendedorismo, comunicação e informática, em Arari e em mais 15 municípios da região.

Trabalho em equipe
Coordenados pelas professoras Marilise Bertin e Yolanda Lopez, os alunos Cinthia Sartorato, Camila Vitorino, Ana Paula do Prado (Gestão Ambiental), Marco Aurélio Canciano, Haroldo de Pádua (Logística), Rayanne da Silva (Eventos), Claudia Dovichi e Eliel Santos (Gestão da Tecnologia da Informação) representaram a faculdade na missão. Em duas semanas foram realizadas mais de 30 oficinas, projetos como a construção de fossas sépticas e encontros interativos com a população dos municípios.

A experiência mexeu tanto com Eliel que ele decidiu se tornar professor e participar ativamente do Projeto Rondon. Estudantes viajam uma única vez, mas os docentes podem repetir a experiência sempre que houver um grupo disposto a embarcar. “Não só eu, mas outros querem retornar a Arari, rever os amigos que fizemos lá.”

Eliel destaca no projeto a possibilidade de trabalhar em equipe, de exercitar a liderança e de aprender a lidar com situações em que é preciso agir rapidamente. “Montamos um laboratório de informática em 4 horas.”

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo