carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Estado investe no APL de calçados femininos de Jaú



25/09/2009

NICC funcionará como centro de inteligência tecnológica e mercadológica do APL (Leonardo Tote/SD)

O secretário estadual de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, assinou nesta sexta-feira, 25 de setembro, convênio para liberação de recursos que serão investidos na criação do Núcleo de Inteligência Competitiva de Couro e Calçado (NICC). A iniciativa irá beneficiar 1.182 micros e pequenas empresas do Arranjo Produtivo Local (APL) couro-calçadista, responsável pela geração de 17 mil empregos nos municípios que compõem a cadeia produtiva de calçados femininos do APL: Barra Bonita, Bocaina, Mineiros do Tietê, Bariri, Itapuí e Jaú.


A parceria firmada entre a Secretaria de Desenvolvimento, o Sindicato das Indústrias de Calçados de Jaú (Sindicalçados) e o Centro Paula Souza - autarquia estadual que administra as Escolas Técnicas (Etecs) e as Faculdades de Tecnologia (Fatecs) - libera investimentos de R$ 487.560,95 para implantação do núcleo, aquisição de equipamentos e contratação de estagiários. Desse montante, R$ 437.160,95 foram destinados pelo governo do Estado para gestão do NICC, disponibilização do local e compra de equipamentos de informática, como servidores, hardwares e softwares utilizados em estatísticas.

O NICC será instalado na Fatec de Jaú e funcionará como observatório tecnológico e mercadológico do APL, oferecendo serviços de inteligência para as empresas. O objetivo é proporcionar informações estratégicas para melhorar a produtividade e a competitividade do setor. O início das atividades está previsto para janeiro de 2010. Os próprios alunos da Fatec serão contratados como estagiários do NICC.

Durante a solenidade, o secretário de Desenvolvimento destacou a importância dos investimentos para o município de Jaú, conhecido como a capital do calçado feminino. "o núcleo será o principal centro de referência em tecnologia couro-calçadista do Brasil", afirmou.

Jaú também irá receber unidade da Rede de Reabilitação Lucy Montoro (Leonardo Tote/SD)
A cerimônia contou com a presença da secretária estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo Battistella, que anunciou uma unidade da Rede de Reabilitação Lucy Montoro no município e participou da assinatura da ordem de serviço para a reforma da Etec Joaquim Ferreira do Amaral, que receberá adaptações necessárias para oferecer o curso técnico de órtese e prótese, que vai contribuir na formação de mão-de-obra especializada para a futura unidade de reabilitação.

"Tecnologia de apoio ao diagnóstico, mais empregos e melhor cuidado com as pessoas com deficiência. Essas ações conjuntas contribuem para o desenvolvimento social e para a garantia de uma sociedade democrática", disse a secretária.


Já o prefeito de Jaú, Osvaldo Franceschi Junior, comemorou o anúncio das ações do Estado. "A cidade deu um grande passo nas áreas de tecnologia, educação e saúde", ressaltou.

Arranjos Produtivos Locais (APLs)
O investimento na criação do Núcleo de Inteligência Competitiva de Couro e Calçado (NICC) de Jaú faz parte do Programa Estadual de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais. Os APLs concentram geograficamente micro, pequenas e médias empresas de um mesmo setor ou cadeia produtiva que, sob uma estrutura de governança comum, cooperam entre si e com entidades públicas e privadas. Em todo o Estado, existem 24 Arranjos Produtivos Locais, que somam 14.500 empresas e 350 mil postos de trabalho. O programa prevê a aplicação de R$ 4,4 milhões da Secretaria de Desenvolvimento e outros R$ 6 milhões de recursos adicionais.

Investimento faz parte do Programa Estadual de Fomento aos APLS (Leonardo Tote/SD)
O APL de Jaú, voltado à produção de calçados femininos, é formado por 1.182 estabelecimentos, sendo 250 empresas de calçados, 800 bancas de prestação de serviços, 120 empresas de componentes para calçados, três curtumes, quatro empresas de artefatos de couro e três shoppings com 175 lojas de sapato. No total, são produzidos cerca de 140 mil pares de calçados por dia.


Lençóis Paulista
Após o evento em Jaú, o secretário de Desenvolvimento visitou o município de Lençóis Paulista, onde assinou convênio com a prefeitura para implantação de uma Escola Técnica no município. A Etec deverá iniciar suas atividades no segundo semestre de 2010, no bairro Jardim do Caju I, com 400 vagas em cursos técnicos de Comércio, Edificações, Química, Máquinas e Operação de Equipamentos Agrícolas, além do ensino médio básico. O empreendimento receberá investimentos de R$ 3.464 milhões. Do total, R$ 2,964 milhões da prefeitura para construção do prédio e R$ 500 mil do governo do Estado para aquisição de equipamentos.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo