carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Estado ganha seis novas Fatecs em 2008



26/02/2008

Estado ganha seis novas Fatecs em 2008

O Estado de São Paulo ganhou, neste mês, seis novas Fatecs (Faculdades de Tecnologia), com um total de 480 vagas. Nesta terça-feira, o governador José Serra inaugurou a unidade de Araçatuba, que vai oferecer curso na área de álcool e açúcar, produtos fortes na economia da região. Além de Araçatuba, as cidades de Capão Bonito, Itu, Joboticabal, Piracicaba e Sertãozinho estão com Fatecs novas começando suas aulas neste primeiro semestre. No ano passado, sete novas faculdades foram abertas. Além da Fatec, Araçatuba passou a contar também com uma nova Etec – que funcionava até o ano passado como classe descentralizada de outra escola.

“As inaugurações de hoje mostram, primeiro, a importância que a gente dá para a educação. Segundo, a parceria que a gente faz com as prefeituras, disse o governador fazendo referencia ao fato de que o prédio onde foram instaladas a Fatec e a Etec foi reformado pela prefeitura de Araçatuba, que investiu na obra R$ 1 milhão.

O governador aproveitou a viagem à região também para descerrar as placas inaugurais da Escola Estadual Professor Ary Bocuhy e de cinco postos do Acessa São Paulo em municípios vizinhos (Alto Alegre, Coroados, Itapura, Lourdes e Suzanápolis).


Expansão

Com a Fatec e a Etec de Araçatuba o Governo do Estado dá prosseguimento ao plano de expansão do ensino técnico e profissionalizante, uma das prioridades da atual gestão. Pelo plano, a meta é criar, até 2010, somente para o ensino técnico 80 mil vagas e outras 20 mil nas Fatecs. Para atingir esse objetivo, o orçamento do Centro Paula Souza, responsável pelas Etecs e Fatecs, será triplicado: passará dos R$ 437 milhões em 2007 para R$ 1,2 bilhão até 2010.

O emprenho do governo estadual nessa área tem uma boa explicação. Uma pesquisa recente do Centro Paula Souza mostrou que nove entre dez ex-alunos das Fatecs estão empregados. E desse total, 59,2% já trabalha na área de estudo, 38,9% em empresas de grande porte, 21,5% estão em empresas de médio porte e 19,9% foram absorvidos pelo setor público. Mais: de acordo com o mesmo estudo, 69,8% trabalham com carteira assinada, 6% são autônomos e outros 3,5% se tornaram microempresários.


As novas unidades

A Fatec e a Etec de Araçatuba passam a funcionar no antigo prédio do Cefam (Centro Específico de Formação e Aperfeiçoamento do Magistério). “Estamos numa dupla comemoração porque cumprimos duas importantes missões: primeiro oferecer ensino técnico de qualidade e depois apoiar o desenvolvimento econômico do estado no setor de bioenergiam, que é uma prioridade hoje”, disse Laura Laganá, presidente do Centro Paula Souza.

Criada em janeiro, a Fatec inicia as aulas no dia 3 de março, com o curso superior tecnológico de Bioenergia Sucro-Alcooleira. O projeto pedagógico foi elaborado em parceria com representantes da Unesp de Jaboticabal, da Esalq de Piracicaba e de associações representativas de usineiros e do setor de açúcar e álcool.

A demanda no vestibular comprova o interesse da comunidade pelo curso: 401 candidatos se inscreveram para disputar as 80 vagas oferecidas. O período noturno foi o mais concorrido, com uma procura de 7,5 candidatos por vaga.

Já a Etec funcionava como classe descentralizada, sendo administrada pela Etec João Jorge Geraissate, de Penápolis, desde o segundo semestre de 2006, oferecendo curso técnico de Análise e Produção de Açúcar e Álcool com proposta curricular elaborada por especialistas das usinas e representantes do Conselho Regional de Química.

Além desse curso, que pode ser feito nos períodos vespertino e noturno, a Etec de Araçatuba oferece Ensino Médio no período matutino. A unidade conta atualmente com 266 estudantes – destes, 160 ingressaram através do processo seletivo realizado em dezembro do ano passado.

Entre 2006 e 2007 o governo do estado investiu R$ 378 mil em móveis e equipamentos para a unidade.


Pró-vicinais

Ainda em Araçatuba, Serra lembrou aos presentes que 1.300 quilômetros de rodovias da região estão sendo refeitos através do programa Pró-Vicinais. “Só aqui em Araçatuba são cinco estradas”, resumiu o governador. A expectativa é de que 12 mil quilômetros de estradas vicinais sejam beneficiados em todo o Estado até 2010.


Manoel Schlindwein

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo