carregando...

Notícias

Notícias

Estado assina três convênios para o Parque Tecnológico



01/07/2010

Parque Tecnólogico será instalado próximo ao metrô Corinthians-Itaquera

O governador Alberto Goldman assinou nesta quinta-feira, 1° de julho, três convênios com a Prefeitura de São Paulo para a elaboração de estudos que irão nortear a criação do Parque Tecnológico da Zona Leste. No total, serão destinados R$ 300 mil do aporte estadual para a realização dos trabalhos.

Numa área que abrange 203 mil m², o fututo complexo do Parque Tecnológico deverá ser implantado na Avenida Miguel Ignácio Curi, no Distrito de Itaquera, entre a Av. Prof. Eng° Ardevan Machado e a rua Dr. Luis Aires, nas proximidades da estação Corinthians-Itaquera do metrô.

Com o objetivo de incentivar o desenvolvimento tecnológico na região e ampliar a interação entre universidades, institutos de pesquisas, além de órgãos do setor privado e público, o Parque Tecnológico da Zona Leste estimulará a expansão de indústrias intensivas em conhecimento para fomentar o surgimento de novas empresas na região.

O empreendimento será voltado às áreas de pesquisa e desenvolvimento nos setores de Inovação e Apoio de Gestão, Têxtil e Moda, TI e Software, Inteligência de Mercado e Mídia. O local vai abranger instituições de pesquisas, laboratórios e empresas incubadas, além da nova Fatec Itaquera, que tem previsão de implantação para 2012.

Os três estudos de análise, cujos convênios foram assinados pelo Governador do Estado, pretendem traçar o perfil e as potencialidades da região:

O "Estudo de Viabilidade Econômica, Financeira e Ambiental" pretende analisar as potencialidades econômicas e os principais setores que podem atuar no parque, além de traçar o potencial de empregos gerados e as principais ofertas de infraestrutura, logística e serviços tecnológicos. O estudo também levantará os custos diretos para a construção do parque, com foco no desenvolvimento sustentável da Zona Leste.

O "Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação", para conhecer o perfil científico e tecnológico local e identificar as linhas de pesquisa de maior potencial para a atração de negócios e investimentos no local. O estudo irá considerar a oferta já existente e possíveis novas instalações de centros de pesquisa, cursos, laboratórios, universidades, Etecs e Fatecs no complexo do Parque Tecnológico.

O estudo de "Conformação Jurídica" analisará os modelos de gestão de parques tecnológicos nacionais e internacionais, definindo os instrumentos jurídicos que formatarão as instituições gestoras do Parque Tecnológico da Zona Leste.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo