carregando...

Notícias

Notícias

Delegação da Lituânia visita Fapesp



09/03/2015

Fonte: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

Cônsul geral reúne com presidente da Fapesp para iniciar entendimentos sobre um acordo de cooperação científica e tecnológica (Leandro Negro/Fapesp)A cônsul geral da República da Lituânia em São Paulo, Laura Guobužaite, visitou a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), em 6 de março, para iniciar entendimentos sobre um acordo de cooperação científica e tecnológica com a Fundação.

Acompanhada pelo cônsul honorário da Lituânia no Estado de São Paulo, Francisco Ricardo Blagevitch, Guobužaite foi recebido pelo presidente da Fapesp, Celso Lafer, e pelo assessor técnico da presidência, Fernando Menezes.

“Nosso principal objetivo é apresentar o potencial de nosso país, de nossas instituições de pesquisa e suas principais realizações na área científica, em diferentes campos do conhecimento”, disse Guobužaite.

“Estamos procurando criar cooperações internacionais e queremos selecionar áreas de interesse comum para estabelecer uma cooperação em ciência e inovação entre a Lituânia e o Estado de São Paulo visando aumentar a sinergia entre indústria e universidades nos dois países”, conclui.

Situado na costa oriental do mar Báltico, a Lituânia tem, entre outras instituições de pesquisa, uma das mais antigas universidades da Europa Oriental, a Universidade de Vinius, foi fundada em 1579. Em 2014, a instituição graduou mais de 3,4 mil estudantes de graduação e 800 doutores.

A Estratégia Nacional de Longo Prazo para Pesquisa e Desenvolvimento da Lituânia no período 2010-2020 prevê o desenvolvimento de alta tecnologia em áreas como biotecnologia, mecatrônica, nanotecnologias e eletrônica, entre outras.

“Demos o primeiro passo para o estabelecimento de cooperação entre a Fapesp e a República da Lituânia. O país tem criado mecanismos que poderão contribuir para uma efetiva colaboração e para apoiar projetos conjuntos entre instituições de pesquisa e empresas brasileiros e lituanos”, disse Lafer.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo