carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Crescimento com mão-de-obra qualificada



18/03/2008

Qualificar a mão-de-obra é uma das melhores ferramentas para crescer. Pensando nisso a empresa Case IH, fabricante de máquinas de alta performance, lançou nesta terça-feira (18/03), com a presença do secretário-adjunto de Desenvolvimento, Luciano de Almeida, o projeto de qualificação profissional, em Piracicaba.

O projeto, que terá investimento de R$ 10 milhões nos próximos dois anos, é voltado para o setor de cana-de-açúcar e contará com centro de treinamento e unidades móveis para treinamento no campo, resultando na habilitação de mais de três mil profissionais.

A Secretaria de Desenvolvimento, responsável pelo maior programa de qualificação profissional do Brasil, através das Etecs e Fatecs, apóia a iniciativa. “Este centro mostra que a iniciativa privada pode ajudar o setor público na qualificação da mão-de-obra”, disse Luciano de Almeida.

Através dos cursos, os operadores de máquinas poderão melhorar seu desempenho e aumentar a produção. “Essa parceria é boa para nós, mas sobretudo é boa para São Paulo e para o Brasil”, ressaltou o presidente da Case New Holland, Valentino Rizzioli.

Ao final dos cursos, que serão focados na operação e manutenção de máquinas, os profissionais poderão chegar a novos cargos, com rendimentos melhores. “Isso só é possível através do aumento do setor sucro-alcooleiro, que vem ocorrendo, e da qualificação profissional”, afirma o diretor de peças e serviços da Case New Holland, Cleivson Vieira.

Setor sucro-alcooleiro

São Paulo é o maior produtor brasileiro de cana-de-açúcar e representa mais de 60% da produção nacional. O setor movimentou cerca de R$ 50 bilhões no último ano, gerando 3,6 milhões de empregos diretos e indiretos.

Pelo Protocolo Agroambiental assinado com a indústria canavieira do Estado no ano passado, o governo paulista havia determinado que a queima da palha da cana-de-açúcar em áreas planas terminaria em 2014, mas a administração José Serra já prevê que ela se encerre completamente em 2012.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo