carregando...

Notícias

Notícias

Cerquilho recebe recursos para formação profissional



14/10/2009

Investimento do governo do Estado servirá para compra de máquinas e ferramentas (Leonardo Tote/SD)

O Arranjo Produtivo Local (APL) de Cerquilho e Tietê vai ganhar um Centro de Formação de Mão-de-Obra para Confecções Infantis, com cursos de tecnologia em confecção, corte e montagem. O convênio para criação do núcleo profissionalizante foi assinado nesta quarta-feira, 14 de outubro, durante cerimônia na Câmara de Cerquilho.

Na oportunidade, o secretário estadual de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, afirmou que a iniciativa vai gerar oportunidades de trabalho e estimular o empreendedorismo. "A qualificação da mão-de-obra aumenta a competitividade e contribui com o fortalecimento do APL Cerquilho-Tietê" , ressaltou o secretário.

A iniciativa irá beneficiar cerca de 150 micros e pequenas empresas instaladas na região. Com faturamento anual de R$ 140 milhões, o APL é responsável pela geração de 11.500 empregos. Para o prefeito de Cerquilho, Paulo Roberto Pilon, o setor de confecções infantis está em processo constante de mudança e evolução. "Por isso, necessita de profissionais com conhecimento avançado para viabilizar o aumento da produtividade", disse.

A parceria firmada entre a Secretaria de Desenvolvimento, a Associação de Confecções Infantis de Cerquilho, Tietê e Região (Acicet) e a Prefeitura Municipal de Cerquilho prevê investimentos de R$ 418.930,22 para implantação do centro, adequação do local e aquisição de equipamentos. Desse montante, R$ 212.703,50 serão destinados pelo governo do Estado para compra de maquinário e ferramentas. O Centro de Formação deve iniciar suas atividades nas instalações do Centro de Costura da Prefeitura de Cerquilho.

Com faturamento anual de R$ 140 milhões, o APL emprega 11.500 trabalhadores (Paulo Cesar da Silva/IO)

Arranjos Produtivos Locais (APLs)
O investimento na criação do Centro de Formação de Mão-de-Obra para Confecções Infantis de Cerquilho faz parte do Programa Estadual de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais. Os APLs concentram geograficamente micro, pequenas e médias empresas de um mesmo setor ou cadeia produtiva que, sob uma estrutura de governança comum, cooperam entre si e com entidades públicas e privadas. Em todo o Estado, existem 24 Arranjos Produtivos Locais, que somam 14.500 empresas e 350 mil postos de trabalho. O programa prevê a aplicação de R$ 4,4 milhões da Secretaria de Desenvolvimento e outros R$ 6 milhões de recursos adicionais.

O APL de Confecções Infantis de Cerquilho e Tietê tem destaque no cenário nacional. Atualmente, ocupa a 6ª posição no ranking de polos de confecção do Brasil, mostrando sua expressão e importância econômica para o Estado de São Paulo. A iniciativa pretende estimular a geração de emprego e renda, trazendo melhoria na qualidade de vida e na autoestima dos participantes.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo