carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Centro Paula Souza comemora aniversário de 40 anos



18/09/2009

Governador José Serra entrega placa em reconhecimento ao trabalho de ex-diretores (Gilberto Marques/Portal do Governo de SP)

Mais de 1.200 pessoas prestigiaram na noite de quinta-feira, 17 de setembro, a cerimônia na Sala São Paulo que marcou os 40 anos de fundação do Centro Paula Souza, autarquia estadual, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento, que administra as Escolas Técnicas (Etecs) e as Faculdades de Tecnologia (Fatecs). O evento, apresentado pelo ator Dan Stulbach, contou com concerto da Orquestra Sinfônica de Heliópolis, que tocou clássicos de J. Strauss, Dimitri Shostakovsky e artistas brasileiros, como Ary Barroso, Vinícius de Moraes e Tom Jobim.


A cerimônia teve a participação do governador José Serra e do vice-governador Alberto Goldman, acompanhados dos secretários de Estado, Geraldo Alckmin (Desenvolvimento), Sidney Beraldo (Gestão), Paulo Renato Souza (Educação) e da diretora-superintendente do Centro Paula Souza, Laura Laganá.

O governador José Serra enfatizou a ampliação da educação profissional gratuita no Estado, planejada desde o início da gestão. "Foi uma meta ambiciosa que deu certo e vai ser mais que ultrapassada até o fim do ano que vem. Para o bem do nosso Estado, juventude e futuro.", disse. O governador falou ainda dos investimentos no Centro Paula Souza, que praticamente triplicaram no seu governo. "Levamos o orçamento para mais de R$ 1 bilhão em um curto período. Nós nunca podemos perder o padrão de qualidade", completou.

Atual diretora, Laura Laganá recebe homenagem especial durante a solenidade (Gastão Guedes/Centro Paula Souza)
Atualmente, são 166 Etecs no Estado, que atendem 153 mil estudantes, aproximadamente, sendo mais de 38 mil no ensino médio. No ensino técnico, para os setores Industrial, Agropecuário e de Serviços, em 85 habilitações, o número de alunos matriculados ultrapassa 115 mil.

Já as 47 Fatecs, abrigam cerca de 38 mil alunos nos 46 cursos Superiores de Graduação. "Além de ser sinônimo de excelência em educação, o Centro Paula Souza é garantia de emprego e fonte de desenvolvimento. Qualificar é desenvolver", afirmou o secretário de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin.

No próximo dia 5 de outubro, as Etecs abrem as inscrições para o vestibulinho. Serão mais de 105 mil vagas oferecidas em todas as unidades espalhadas pelo Estado de São Paulo. Sem contar as novas vagas que ainda serão criadas pelo governo paulista, no meio de 2010 as Etecs atingirão a marca de mais de 300 mil alunos matriculados.

Histórico
Fundada em 1969, a instituição recebeu a denominação de Centro Paula Souza em 10 de abril de 1971, em homenagem ao engenheiro, político e professor Antônio Francisco de Paula Souza, fundador da Escola Politécnica de São Paulo (Poli), hoje integrada à Universidade de São Paulo. Formado em Engenharia na Alemanha e na Suíça, esteve ligado à Poli por 25 anos.

Seu desejo era introduzir no Brasil um ensino técnico voltado para a formação de profissionais preocupados com o trabalho e não apenas com discussões acadêmicas, inspirado no modelo europeu. Criou um conceito novo de ensino, convidou especialistas europeus e americanos para lecionar na Poli, à frente da qual esteve como primeiro diretor, de novembro de 1894 a abril de 1917, quando faleceu, em São Paulo.

Orquestra Sinfônica de Heliópolis tocou clássicos nacionais e internacionais (Gastão Guedes/Centro Paula Souza)
Plano de Expansão
O Governo do Estado de São Paulo realiza o maior investimento da história da instituição para dobrar o número de Fatecs até 2010, chegando a 52 unidades (eram 26 em 2006). Atualmente, são 47 Fatecs em funcionamento.


No caso das Etecs, o plano é chegar a 177 mil alunos. Eram 126 unidades em 2006, hoje são 166. O Estado de São Paulo vai entregar, ao todo, 100 mil novas matrículas no ensino técnico. Para garantir esse crescimento, deverão ser criadas 33,5 mil novas vagas até o final de 2010.

Como parte do Plano de Expansão do Governo de São Paulo, o Centro Paula Souza oferece, em uma parceria firmada com a Prefeitura de São Paulo e a Secretaria de Estado da Educação, cursos técnicos em Centros Educacionais Unificados (CEUs) e escolas da rede pública estadual de ensino. No segundo semestre de 2009, dez CEUs e 74 escolas entraram no projeto. Ao todo, foram criadas 7.120 vagas. No 1° semestre de 2010, esse número irá crescer, e serão abertas mais 9.265 novas vagas.

Empregabilidade
A instituição capta as demandas das diferentes regiões paulistas e qualifica profissionais para atendê-las. Um indicador da competência da instituição é a empregabilidade. De acordo com levantamento realizado pelo Sistema de Avaliação Institucional (SAI), os tecnólogos têm um índice de empregabilidade de 93,2%; os técnicos, de 77,3%.

Destaque no Enem
As escolas do Centro Paula Souza também se destacam no Ensino Médio. Segundo a avaliação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 2008, entre as 50 escolas públicas estaduais do Brasil com melhor pontuação, 38 são Escolas Técnicas (Etecs). Destas, 14 foram as primeiras colocadas nos municípios onde estão localizadas, superando o desempenho de escolas particulares.

Qualificação e Requalificação
Independentemente de escolarização prévia, o trabalhador a partir de 16 anos também tem acesso à qualificação e à requalificação profissional, por meio do programa de Formação Inicial e Educação Continuada. Desde o início do programa, em 1996, mais de 230 mil trabalhadores passaram por cursos em diversas áreas.

Idetec
O Centro Paula Souza criou recentemente um índice para medir o desempenho do ensino técnico e tecnológico, o Idetec (Índice de Desenvolvimento do Ensino Técnico e Tecnológico do Estado de São Paulo).Metade da performance será medida a partir de uma pesquisa de satisfação feita com todos os funcionários, professores e alunos. A outra metade será mensurada por critérios como índice de produtividade (relação entre alunos que ingressam e alunos que efetivamente se formam) e empregabilidade um ano após a conclusão do curso, além de indicadores externos. Ele será usado ainda para definir o pagamento de bonificação por resultado aos professores e funcionários a partir do ano que vem.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo