carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Centenário da imigração japonesa



13/02/2008

O governador José Serra apresentou nesta quarta-feira, 13, o calendário oficial do Estado de São Paulo de comemoração do centenário da imigração japonesa no Brasil. Durante todo o ano de 2008, a presença japonesa no Estado será ressaltada nas cerca de 100 ações desenvolvidas pelo Governo paulista ou que contam com a parceria estadual, envolvendo dez secretarias: Agricultura e Abastecimento; Casa Civil; Cultura; Desenvolvimento; Educação; Ensino Superior (USP, Unesp e Unicamp); Esporte, Lazer e Turismo; Meio Ambiente; Relações Institucionais (Memorial da América Latina); e Saúde.

“Optamos pela realização de eventos que marcassem a importância do centenário para toda a sociedade. Queremos deixar marcada a gratidão de todos os que vivem em São Paulo à imigração japonesa e sua contribuição, tanto para o nosso desenvolvimento, como para a criação do ambiente cosmopolita que é a cara de São Paulo”, explica o assessor especial para assuntos internacionais, José Roberto de Andrade Filho, que coordena as ações em comemoração ao Centenário da Presença Japonesa do Estado.

Raízes e trajetória

Entre as ações, um dos destaques é o projeto Viva Japão, da Secretaria da Educação, que teve início no ano passado. Desde março de 2007, professores e alunos da rede pública vêm aprofundando conhecimentos sobre as raízes e a trajetória do relacionamento entre brasileiros e japoneses nos últimos 100 anos. Até o momento, cerca de 400 unidades escolares aderiram ao projeto, atingindo aproximadamente 300 mil estudantes. “O curioso é que esse projeto, que é implantado a partir do pedido das escolas, foi solicitado por unidades localizadas em municípios que não contam com número expressivo de nikkeis”, destaca Andrade.

A Inclusão de crianças e jovens que retornaram do Japão às escolas públicas brasileiras, outro projeto da Secretaria da Educação, tem o objetivo de proporcionar uma melhor adaptação das crianças e jovens que, por um período, estudaram no Japão. Embora tenha sido elaborado em razão do centenário, o projeto deverá prosseguir após as comemorações. Isso porque o movimento de descendentes de japoneses que vão ao Japão e que retornam ao Brasil é constante.

Cine Niterói

Merece destaque, ainda, o Festival Itinerante de Cinema Japonês, desenvolvido pela Secretaria de Relações Institucionais. O objetivo é resgatar, digitalizar e divulgar 10 obras do acervo do Cine Niterói, que trouxe para o Brasil, a partir de 1953, filmes de produção japonesa e foi um dos principais pólos da vida cultural da Colônia. Além de produzir cópias dos filmes e disponibilizá-las para centros culturais e universidades, está prevista a produção de documentário sobre a influência do Cine Niterói nos imigrantes japoneses de São Paulo.

Outros eventos

Também estão entre as ações a instalação de “escolinhas de esportes”, com a inclusão de modalidades de grande aceitação na colônia japonesa, como o beisebol, em municípios com grande concentração de nikkeis; eventos voltados ao meio ambiente; assinatura de convênios com os Museus de Imigração no Japão para troca de informações e pesquisas; ciclos de palestras sobre a cultura japonesa; apresentações de coral e dança; workshops de culinária japonesa; cursos de ikebana; oficinas de origami; festival itinerante de cinema japonês; seminários sobre a contribuição da colônia japonesa na agricultura paulista; homenagens a personalidades que contribuíram para o desenvolvimento do Estado e muitas outras.

Andrade informa que as 100 ações comemorativas do Governo paulista se somam ao que vem sendo feito pela Prefeitura de São Paulo, Governo Federal e pela comunidade Nikkei (japoneses e descendentes), representada pela Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa.

História

O Centenário da Imigração Japonesa tem como marco a chegada do navio Kasato Maru ao Porto de Santos, no dia 18 de junho de 1908. Com ele, chegaram as primeiras 165 famílias do Japão para trabalhar nos cafezais do oeste paulista. Até 1940, cerca de 180 mil japoneses já haviam saído do país natal para trabalhar no Brasil.

Cem anos depois do início deste movimento que tanto contribuiu para a formação da sociedade brasileira e, principalmente, da paulista, a arte, a cultura e os costumes japoneses vão invadir São Paulo.

Fonte: Portal do Governo

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo