carregando...

Notícias

Notícias

Arte educação na escola básica brasileira



24/09/2013

Aluno do curso de Pedagogia Univesp/Unesp publica artigo em revista internacional

Investigar a prática e a situação do ensino de arte na escola básica brasileira. Este foi o objetivo central do artigo "O desejo de ser mar! A arte educação na escola básica brasileira", de autoria de Carlos Eduardo Fernandes Júnior, formado no curso de Pedagogia Univesp/Unesp. O texto foi publicado na revista Matéria-Prima 2.

Segundo o educador, a investigação realizada para o desenvolvimento do trabalho foi feita na Educação Infantil, no Ensino Fundamental I e II, no Ensino Médio e de Jovens e Adultos (EJA), a partir de depoimentos dos estudantes, pais, ex-alunos e agentes da comunidade escolar.

"Reunimos na ocasião aproximadamente 100 pesquisadores e professores de arte na Escola Municipal Vereador Antônio Sampaio, na cidade de São Paulo, para discutirmos o que chamamos de ´o chão da escola´ a partir do ensino de artes", afirmou. Segundo ele, a expressão foi utilizada para proporcionar uma reflexão sobre como tem sido construído o processo de ensino das artes nas escolas públicas do território nacional e criar questionamentos a respeito da prática dos professores em sala de aula.

A disciplina Gestão Escolar do curso de Pedagogia, segundo o educador, trouxe possibilidades de construção escolar que o influenciaram diretamente na concepção sobre organização do espaço e do efetivo escolar. "O curso apresentou-me o universo da atual composição curricular da escola básica nacional e a organização dos fóruns de discussão que influenciam as proposições e implementações das políticas educacionais nas diversas esferas governamentais. Desta forma, trouxe contribuições significativas para o artigo apresentado em Portugal", afirmou.

Para o coordenador pedagógico do curso, Edson do Carmo Inforsato, a relação estabelecida entre o resultado do artigo e a formação proporcionada pelo curso "confirma a intencionalidade firmada no projeto pedagógico de preparar os cursistas para serem pedagogos efetivos, sintonizados com os acontecimentos da sala de aula, abertos ao mundo e capazes de promover a integração dos conhecimentos".

Para publicar o artigo, o autor passou por um processo de seleção do comitê científico do II Congresso Matéria-Prima, da Universidade de Belas Artes de Lisboa, Portugal. Na ocasião, ministrou uma palestra sobre o tema e encaminhou o texto para publicação. Esta foi a sua primeira apresentação em um congresso internacional. De acordo com Carlos Educardo, a experiência permitiu outra relação com os conhecimentos produzidos por universidades europeias.

O artigo já está disponível na Internet e pode ser acessado aqui.

 

Fonte: Univesp / Núcleo de Educação a Distância da Unesp.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo