carregando...

Notícias

Notícias

APLs recebem R$ 4,4 milhões nos últimos anos



30/05/2011

Região de Franca possui a maior cadeia produtiva de calçados masculinos do Estado

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo investiu R$ 4,4 milhões em projetos de fortalecimento das cadeias produtivas regionais do Estado entre 2007 e 2010. O Programa Estadual de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais (APLs) promove investimentos diretos em localidades que concentram micro, pequenas e médias empresas de um mesmo setor ou em cadeias produtivas. Sob uma estrutura de governança comum, a iniciativa estimula a cooperação das empresas entre si e com outras entidades públicas e privadas.

As empresas localizadas em APLs fabricam diversos tipos de produtos em municípios que já desenvolvem uma forte atividade na mesma rede de negócios, como nos ramos de calçados (França, Birigui e Jaú), aeroespacial (São José dos Campos), móveis (Mirassol, Votuporanga e RMSP) e plástico (ABC).

“O programa tem como foco a melhoria da competitividade de setores estratégicos, promovendo a atividade econômica regional, o empreendedorismo e a geração de emprego e renda para a população”, explica o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Paulo Alexandre Barbosa.

Para 2011, serão mais R$ 840 mil em investimentos diretos do aporte estadual. O programa atende 24 APLs e 22 aglomerados produtivos, que somam 14,5 mil micro, pequenas e médias empresas. Os empreendimentos abrangem cerca de 350 mil postos de trabalho, distribuídos em mais de 120 municípios. Para mais informações sobre os APLs, acesse: www.desenvolvimento.sp.gov.br/drt/apls.

Mais de 400 costureiras serão beneficiadas com os investimentos no APL de Americana

Projeto BID
Em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo também dispõe de um projeto internacional focado na melhoria da competitividade dos APLs.

A parceria envolve US$ 10 milhões em empréstimos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) ao Estado e US$ 10 milhões de contrapartida do Sebrae-SP, totalizando US$ 20 milhões. No final de 2010, foram concluídos os Planos de Melhoria da Competitividade (PMCs), que traçaram o diagnóstico de medidas de curto, médio e longo prazos que serão aplicados em 14 APLs paulistas.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo