carregando...

Notícias

Notícias

Alunos de Etec são premiados nos EUA



16/05/2011

Alunos da Etec Getúlio Vargas durante premiação da Febrace em março

Transformar óleo de cozinha em uma tinta que cobre madeira, tecido e papel. Essa proposta inovadora, econômica e ecológica rendeu a Adriana Santana e Tiago Tolone, alunos da Escola Técnica Estadual (Etec) Getúlio Vargas, na capital, o 4º lugar na categoria Ciências Ambientais da Feira Internacional de Ciências e Engenharia (Intel ISEF). Os jovens foram premiados na última sexta-feira, 13 de maio, em Los Angeles, Califórnia.

O projeto conquistou o prêmio principal da 9ª Feira Brasileira de Ciências, Engenharia, Criatividade e Inovação (Febrace), que ocorreu em março, e representou o Centro Paula Souza na Intel ISEF.

A chefe de gabinete do Centro Paula Souza, Elenice Belmonte, comemorou o resultado: “É um orgulho para o Centro Paula Souza, pois os escolhidos na Intel ISEF são os melhores do mundo”. Orientado por Silvia Fernandes, o trabalho vencedor extraiu de 1 litro de óleo de soja usado 2,85 litros de resina e 7,2 litros de tinta. É uma produtividade semelhante à da resina feita com óleo não usado. Duas demãos do produto bastam para impermeabilizar superfícies.

“Se levada ao mercado, nossa tinta economizaria R$ 5 milhões por ano à indústria e a reciclagem de óleo deixaria de poluir 2 trilhões de litros de água anualmente”, afirma Tiago de Oliveira. Na edição anterior da Febrace, em 2010, duas Etecs foram para a Intel ISEF: Prof. Carmelino Corrêa Júnior, de Franca, e Getúlio Vargas, de São Paulo. Em 2008, foi a vez da Trajano Camargo, de Limeira; em 2007, da GV e em 2004, da Polivalente, de Americana.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo