carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

Afif recebe comitiva de executivos da GE



08/04/2011

Vice-governador destacou potencial do Estado para realização de negócios

Adquirir informações que servirão de base para a definição de futuros investimentos em solo nacional. Esse foi o objetivo do encontro entre 50 executivos da GE (General Electric) com o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Guilherme Afif Domingos, e o presidente da Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade – Investe São Paulo, Luciano Almeida, na última quinta-feira, 7 de abril, na sede da secretaria. A reunião fez parte de um programa da multinacional americana, que trouxe executivos de diversas unidades de negócios do mundo para conhecer o Brasil de maneira mais ampla.

O ambiente de negócio paulista foi apresentado pelo vice-governador, que mostrou que o Estado de São Paulo busca agir como facilitador para que companhias explorem as diversas oportunidades de negócios existentes no território paulista. Na área de tecnologia, a forma de atuação do Governo para fomentar o desenvolvimento é propiciar uma infraestrutura de alto nível e apoiar a pesquisa científica e tecnológica. “O Estado de São Paulo tem leis que determinam que parte do ICMS arrecadado seja direcionado às universidades e à Fapesp, por isso São Paulo vem se destacando na pesquisa cientifica em nível internacional”, afirmou Afif.

Executivos da gigante americana mostraram interesse em projetos de bioenergia

Um dos temas da reunião foi a geração de energia, setor de expertise da empresa americana. O presidente da Investe SP ressaltou que no Estado existe um enorme potencial a ser explorado no pré-sal e uma oportunidade ainda maior na energia gerada a partir da biomassa.

Luciano Almeida apresentou o projeto do Centro de Desenvolvimento de Gaseificação de Biomassa, na cidade de Piracicaba, cujo objetivo é pesquisar uma maneira economicamente atrativa de usar o bagaço e a palha da cana-de-açúcar para a geração de energia elétrica, produção de biocombustível líquido e como precursor de biopolímeros, os chamados monômeros do plástico. “Existem muitos países pesquisando a produção de energia a partir de biomassa. O importante nessa corrida é ser o primeiro a encontrar um processo que seja economicamente lucrativo. São Paulo deu um grande passo para chegar a uma solução tecnológica viável. Será um avanço econômico e ambiental, já que se trata de uma fonte de energia limpa”, explicou.

Os executivos da gigante americana mostraram-se empolgados com as possibilidades de negócios que encontraram em São Paulo. “Estive no Brasil, em 1997, visitando a Unicamp. Pude perceber a diferença, o Brasil melhorou, existem maiores possibilidades de negócios, há uma atitude mais positiva para realização de parcerias, estou empolgado com as possibilidades”, disse o chefede marketing de energia em Atlanta, Mark Dudzinski.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo