carregando...

Notícias

Notícias

Afif abre 55° Congresso Estadual de Municípios



13/04/2011

Guilherme Afif: "83% do PIB estadual estão em 89 municípios!"

“Existe hoje no Estado de São Paulo uma concentração das riquezas: 83% do PIB estadual estão em 89 municípios! Precisamos olhar para o desenvolvimento do Estado como um todo. Precisamos adotar uma política de incentivo fiscal para ajudar os municípios menores”.

Este foi o tom que norteou o discurso do vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, a cerca de 2 mil ouvintes, durante a cerimônia de abertura do 55º Congresso Estadual de Municípios da Associação Paulista de Municípios (APM), em São Vicente, na noite desta terça-feira, 12 de abril.

Realizado no Centro de Convenções Costa da Mata Atlântica, entre os dias 12 e 15 de abril, o tema do congresso deste ano é “Unidade para vencer as dificuldades”.

O presidente da Associação Paulista de Municípios (APM), Marcos Monti, elencou ao vice-governador propostas e pleitos nas áreas de educação, saúde e reforma tributária, entre outras. “Em fevereiro nos reunimos com entidades e levantamos os anseios dos municípios. Essa é a pauta: atender melhor a população”.

Segundo o prefeito de São Vicente, Tercio Garcia, os objetivos do congresso são o intercâmbio de informações e o fortalecimento do municipalismo. “É crucial que encaremos os problemas de frente e que desse congresso sejam lançadas mudanças”. Também participaram da cerimônia o presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Pedro Gouvêa; o ex-prefeito de Franca e representante do Ministério de Relações Institucionais, Gilmar Dominici; o deputado Milton Monti, representando a Câmara Federal; o primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, deputado Celso Giglio; representantes de municípios paulistas e da iniciativa privada.

Duas eras
Além da necessidade de distribuição de riquezas entre os municípios paulistas, “buscando a eficiência dos recursos públicos e a descentralização dos poderes”, o vice-governador Guilherme Afif Domingos destacou que o Estado vive duas eras: a do petróleo tradicional como energia (pré-sal) e o ciclo da biomassa – fonte de energia limpa na qual São Paulo é líder mundial. Esses dois ciclos vão impactar o litoral, o Vale do Paraíba e o interior.

Afif relatou que na área em que está atuando - a de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia – tem atendido investidores de várias partes do mundo interessados em fazer contato e conhecer os ciclos de desenvolvimento paulistas.

“O pré-sal é um grande desafio e será um novo ciclo econômico, que vai causar forte impacto e deverá atrair cerca de 500 mil pessoas para a Baixada Santista. A região será muito demandada”, alertou o vice-governador.

Segundo ele, é preciso preparação em termos de infraestrutura, transporte marítimo, navegação de capotagem para desafogar as estradas. “É a oportunidade para uma grande discussão sobre planejamento urbano, industrial, comercial e social. Precisaremos de toda uma estrutura de prestação de serviços”, completou Afif.

“Estamos trabalhando com afinco em áreas como transporte e logística, investindo na duplicação das estradas. O Governo do Estado de São Paulo vai estar presente a fim de preparar a Baixada para esta nova fase”, concluiu.

Novas tecnologias
Durante os próximos dias de congresso serão ministradas palestras por secretários de estado, técnicos e outras autoridades.

No Centro de Convenções foi montada uma exposição de produtos e serviços, para que os gestores conheçam novas tecnologias e serviços para aplicar em seus municípios e melhorar a qualidade de vida dos habitantes.

São mais de 100 estandes, de diversos segmentos, como móveis escolares, informática, máquinas agrícolas, equipamentos esportivos, telefonia celular, trabalhos artesanais, meio ambiente, saneamento e mineração, tecnologia, segurança e cozinhas industriais.

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo