carregando...

VÍDEOS

ÓRGÃOS VINCULADOS

Notícias

Notícias

ABC tem nova diretoria



03/04/2007

Jacob Jacob Palis, pesquisador titular do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), é o novo presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC). A chapa única que concorreu, liderada pelo acadêmico, teve 255 votos dos 278 membros titulares que participaram da votação.

A nova diretoria, que será empossada no dia 18 de abril e atuará de maio de 2007 a maio de 2010, será constituída ainda pelo bioquímico Hernan Chaimovich como vice-presidente e, como diretores, pelo engenheiro Evando Mirra, o físico Luiz Davidovich e os médicos Iván Izquierdo, Jerson Lima e Marco Antonio Zago.

O novo presidente substituirá o médico Eduardo Moacyr Krieger, que comandou a entidade durante três mandatos de três anos cada. A ABC foi fundada no dia 3 de maio de 1916, no Rio de Janeiro, e tem cerca de 400 membros titulares com destacada atuação nacional e internacional.

A nova diretoria pretende promover, entre outras iniciativas, estudos sobre temas fundamentais para a ciência e para a sociedade brasileira, colocando o ponto de vista da ABC sobre assuntos como a Amazônia, mudanças climáticas, saúde e nanotecnologia.

No fim do ano passado, o matemático Jacob Palis também foi eleito, para um mandato de seis anos, presidente da Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (Twas), organização autônoma sediada em Trieste, na Itália, que busca promover a capacitação e a excelência científica nos países em desenvolvimento.

Nascido em Uberaba (MG), em 1940, Palis fez graduação em engenharia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e mestrado e doutorado pela Universidade da Califórnia em Berkeley, nos Estados Unidos.

Desde 1971 é pesquisador do Impa, instituição vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) que dirigiu de 1993 a 2003. Especialista em sistemas dinâmicos, é membro de academias de ciências de dez países, entre os quais Estados Unidos e França.

Entre outras distinções, recebeu a Comenda da Ordem do Mérito Científico, na categoria Grã-Cruz, e o título de Cavaleiro da Legião de Honra, da França. Foi ainda membro do Conselho Deliberativo do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) em vários períodos, o último deles encerrado em 2005.

Fonte: Agência FAPESP

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo