carregando...

Notícias

Notícias

Núcleo do IPT vence prêmio Top Rubber 2014



18/11/2014

Fonte: Instituto de Pesquisas Tecnológicas

Premiação representa reconhecimento da indústria sobre a importância do apoio tecnológico do IPT às empresas do segmento de borracha (Revista Borracha Atual)O Núcleo de Atendimento Tecnológico à Micro e Pequena Empresa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) venceu o Top Rubber 2014  na categoria Instituição de Ensino/Pesquisa. A cerimônia de entrega dos prêmios foi realizada no início de novembro, em São Paulo, com a presença da diretora do núcleo, Mari Katayama, do pesquisador Vicente Mazzarella e dos colaboradores Douglas Martins da Silva e Renato dos Santos.

A premiação da revista borracha atual representa o reconhecimento da indústria sobre a importância do apoio tecnológico oferecido pelo instituto às empresas do segmento de borracha. 

O prêmio Top Rubber, que está na sua 11ª edição, é composto por 24 categorias. Os vencedores são escolhidos por especialistas, técnicos, profissionais, assinantes e leitores da revista, via votação eletrônica. "Neste ano, tivemos participação recorde", afirma o editor da publicação, Antônio Carlos Spalletta. Na visão do executivo, a escolha do IPT indica que o instituto está voltando a ser uma fonte de referência para as empresas do segmento. "Quanto mais trabalhos de qualidade são oferecidos ao mercado, maior é a tendência de evolução no sentido do reconhecimento".

Um exemplo de como isso ocorre na prática pôde ser visto na própria premiação. Vencedora na categoria Inovação de Produto, a empresa Auxyborr foi atendida pela unidade móvel do Prumo-Borrachas em mais de uma ocasião. O projeto é uma parceria do IPT com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado. Um dos atendimentos buscou justamente atestar a viabilidade do uso de um novo auxiliar de processo para borracha, produto que garantiu a vitória à empresa nesta categoria.

"O projeto Prumo leva muita informação para o mercado. Nesse caso, o IPT foi responsável por atestar o comportamento do material na formulação de borracha, ou seja, aquele trabalho que estávamos fazendo de inovação, de desenvolvimento, teve o apoio do IPT", comenta Reginaldo Barbosa, consultor técnico da Auxyborr.
 

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo