carregando...

Notícias

Notícias

Secretário participa de assinatura de convênios para potencializar turismo em São Paulo



30/11/2017

Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo (SDECTI)

Foto: Jaqueline Soares/SDECTIO vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo (SDECTI), Márcio França, participou nesta quinta-feira (30/11), no Palácio dos Bandeirantes, junto com o governador Geraldo Alckmin, o secretário de Turismo, Fabricio Cobra, o secretário-chefe da Casa Civil, Samuel Moreira, e o secretário de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, da assinatura dos convênios que formalizam o repasse de R$ 63.315.609,96 destinado a 35 Estâncias Turísticas, e R$ 3.412.014,34 para 11 Municípios de Interesse Turístico (MITs), com um total de R$ 66.727.624,30.

Com o objetivo de estruturar ainda mais o potencial turístico do Estado, a assinatura de convênios por intermédio do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (DADETUR) da Secretaria Estadual de Turismo, vai impulsionar o setor nas estâncias de Águas da Prata, Águas de Lindóia, Águas de São Pedro, Amparo, Avaré, Bertioga, Brotas, Caconde, Campos do Jordão, Caraguatatuba, Cunha, Guaratinguetá, Ibirá, Ibitinga, Ibiúna, Igaraçu do Tietê, Ilha Comprida, Itu, Lindóia, Morungaba, Olímpia, Paranapanema, Pereira Barreto, Piraju, Praia Grande, Salto, Santos, São José do Barreiro, São Luiz do Paraitinga, São Pedro, São Vicente, Serra Negra, Socorro e Tremembé. São Paulo possui  70 cidades classificadas como Estâncias Turísticas.

Já os 11 MITs contemplados com recursos são Agudos, Brodoswki, Buritama, Cardoso, Iacanga, Martinópolis, Mira Estrela, Rancharia, Sales, Tapiraí e Tatui. Em todos os casos, o DADETUR libera os recursos a partir dos projetos apresentados pelos próprios municípios, indicando as melhorias que pretendem fazer para a estrutura turística de cada cidade. Desde 2011, São Paulo já repassou R$ 1,5 bilhão para as 70 estâncias turísticas, por meio de convênios, e este ano repassa R$ 3,3 milhões para os MITs.

Durante o evento, Márcio França enfatizou que as prefeituras precisam de estímulo. “A obra liberada pelo DADE aumenta a autoestima da população. Essa iniciativa deveria ser replicada para o Brasil. O DADE e o MIT são fundamentais para o desenvolvimento econômico e para o turismo de São Paulo”, ressaltou.

Segundo Alckmin é uma grande alegria celebrar esses convênios e os seus resultados. “O Márcio França foi muito eficiente enquanto estava no comando da Secretaria de Turismo, quando incentivou e aumentou o MIT, além de ter estimulado os municípios a virarem estância. Turismo é emprego, movimenta o mercado de serviços, oferece lazer e contribui para a educação com a apresentação de lugares diferentes, suas histórias, culturas e tradições. O Estado tem 45 milhões de habitantes, desta forma precisamos divulgar os locais para que os paulistas conheçam mais as cidades de São Paulo”, disse
 

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo