carregando...

Notícias

Notícias

Conferência internacional em São Paulo debateu mobilidade humana e tecnologia



31/10/2017

Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI)

Foto: Jaqueline RochaCom o objetivo de compartilhar informações sobre mobilidade humana, o Instituto Mobih, organização destinada a incentivar e promover ações, campanhas e mudanças de comportamento e consciência social no trânsito, realizou, nesta terça-feira, (31/10), no auditório da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI), a conferência internacional “A Cidade e o Jovem – Mobilidade e Tecnologia”.

A abertura do evento transmitido online, contou com diversos autoridades, entre elas, o engenheiro industrial e presidente da Associação Ibero-Americana para a Mobilidade Urbana Sustentável (ASIMUS) e da Associação Espanhola de Car Sharing, Pablo Noy Serrano, o subsecretário de Ciência Tecnologia e Inovação, Marcelo Strama, o presidente do Detran SP, Maxuel Vieira, o vice-presidente do Instituto Mobih, Carlos Santana, diretor da ONG Opção Brasil, Daniel Vaz e  do presidente da Associação Nacional dos Detrans, Antônio Carlos Gouvea.
 
A conferência foi iniciada pela palestra de Serrano, autoridade no assunto de mobilidade Urbana, que atualmente integra a Direção-Adjunta da TMB - Transportes Metropolitanos de Barcelona, empresa que atende cerca de 1,8 milhão de passageiros de 11 municípios e é referência europeia sobre o tema, com uma frota de ônibus considerada a mais sustentável de toda a Europa.
 
Foto: Jaqueline RochaDurante sua apresentação, o engenheiro apresentou o sistema de transporte público de Barcelona e ressaltou os planos para melhorar a mobilidade da sua região, que poderá ser seguido por outras grandes cidades como São Paulo. “Em Barcelona temos um sistema tarifário totalmente integrado. São mais de 120 km de metro, dos quais 33 km já são automatizados. Trabalhamos em um plano de transporte para dobrar a capacidade de oferta à população. Pretendemos aumentar a velocidade dos trens, além de incluir novos usuários com programas de fidelização, abonos mensais e bilhetes individuais”, explicou.
 
Serrano também ressaltou que as grandes cidades precisam criar ações que causem menos danos ao meio ambiente e elogiou o Metrô de São Paulo. “Até 2030 precisamos reduzir as emissões de carbono em até 40%. Temos que seguir o Acordo de Paris e usarmos 100% das energias renováveis. Até 2040 todos os transportes públicos deveriam ser eletrificados. O ideal é oferecermos uma rede de qualidade para que as pessoas possam abdicar de veículo particular. O Estado de São Paulo tem o melhor metrô da América Latina”, disse.

Foto: Jaqueline RochaNo decorrer da sua exposição, o conferencista também ressaltou que todas as grandes metrópoles precisam investir em mobilidade urbana de qualidade e criar políticas públicas para facilitar a locomoção da população. “As pessoas precisam andar livremente nas ruas, deixar os automóveis em casa e seguir exemplos como o de Barcelona, lá a rede de transporte público está entre as mais sustentáveis do mundo”, concluiu.

Além da palestra, o evento foi marcado por debates com as participações do Comandante do Policiamento de Trânsito de São Paulo, Coronel Marcelo José Rabello Vianna, do presidente da Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Luiz Augusto Diaz Ferreira, do urbanista e diretora da Life Telecom, Luiz Eduardo Diaz T. Martins, e do diretor de marketing, sustentabilidade e novos Negócios da empresa de tecnologia BYD (Build Your Dream), Adalberto Maluf.
 
O encontro, organizado pela ONG Opção Brasil e promovido pela SDECTI e Investe SP, também contou com as presenças de autoridades em parques, centros e núcleos tecnológicos; incubadoras; órgãos de trânsito; além de agentes públicos, startups e demais setores produtivos. O debate completo pode ser acompanhado aqui
 
Sobre o Instituto Mobih

Por meio de encontros, fóruns interativos e workshops temáticos, com uma variedade de agentes, especialistas e estudiosos, o Instituto Mobih propõe soluções e impulsiona a diversidade de diálogos sobre os desafios da mobilidade e, principalmente, sobre a transformação positiva que mudanças de atitude podem provocar em todo o país.
 
 

MAIS DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo